Ouça a Caraipe fm

Play
Pause

16 de April de 2024

Ouça a Caraipe fm

Play
Pause

Governo do Estado e povos indígenas do Extremo Sul da Bahia alinham demandas e parcerias na área ambiental

Compartilhe:

A Secretaria do Meio Ambiente (Sema) e o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) receberam, na quarta-feira (13), uma delegação de caciques, cacicas e lideranças da Federação Indígena das Nações Pataxó e Tupinambá do Extremo Sul da Bahia (Finpat). Na pauta, o diálogo sobre parcerias em projetos socioambientais, além de ações de monitoramento e fiscalização ambiental.

As lideranças foram recepcionadas pela diretora-geral do Inema, Maria Amélia Lins, que na ocasião ressaltou o compromisso da gestão ambiental para o encaminhamento das reivindicações apresentadas. “O governo do Estado entende que o protagonismo dos povos indígenas é essencial para o fortalecimento das políticas ambientais. Manteremos esse diálogo contínuo e direto com as lideranças, colocando o corpo técnico do órgão para acompanhar as pautas que foram expostas nessa reunião e também na inserção de novos projetos socioambientais”, afirmou a gestora.

 

Encontro positivo

Um dos mediadores do encontro, o secretário municipal de Assuntos Indígenas de Prado, Ricardo Oliveira Xawã, da Aldeia Kaí, avaliou o encontro como positivo. “A proteção do meio ambiente está em nosso modo de vida, somos guardiões da natureza, mas infelizmente nossos territórios sofrem grande pressão. Então, viemos aqui para solicitar apoio aos projetos das aldeias de todo a região, ações para melhoria da qualidade ambiental e de vida”, disse.

Entre as demandas, foram solicitados apoio para conter degradação ambiental nos territórios indígenas, construção de viveiros de mudas nativas e apoio a projetos socioambientais.

Para o Cacique Pataxó Zé Fragoso, da aldeia Tibá, em Prado, a reunião com a pasta ambiental foi produtiva. “Saio daqui com muita esperança de um presente e futuro de melhoria da nossa Mata Atlântica. Nossa aldeia já conseguiu reflorestar mais de 200 hectares. Esperamos o apoio para crescer esse projeto e ter um viveiro de mudas vai nos servir muito”, salientou.

 

Fortalecimento de parcerias

O chefe de gabinete do Inema, Welton Rocha, falou sobre o fortalecimento de parcerias entre o poder público e os territórios indígenas. “São povos que tem na sua cultura a conservação e o uso sustentável dos recursos naturais, por isso seus conhecimentos e práticas devem ser referência para todos nós, gestores ambientais. Embora as ações de fiscalização já façam parte do dia a dia do Inema, nós iremos reforçar essas denúncias pontuais, inclusive as de qualidade dos rios na região”, pontuou.

Ao final, o assessor especial da Sema, Aldo Carvalho, reforçou que as demandas serão tratadas com prioridade. “Há demandas de baixa complexidade, como as relacionadas aos processos de licenciamento para a área de energia, a exemplo da situação apresentada sobre eletrificação rural. Elencamos os principais tópicos para direcionamento dentro da secretaria e do Inema, assuntos relacionados à preservação ambiental, disponibilidade hídrica, CAR (Cefir), monitoramento da qualidade da água dos rios e as providências, dentre outros temas, direcionados à melhoria ambiental e de vida dos povos indígenas”, destacou.

 

Fonte: Ascom/Inema – Foto: Divulgação/Inema

Compartilhe:

Leia mais

Policia Civil
Arma apreendida
Passaros apreendidos
Ambulancias
UFSB
Acessibilidade Bombeiros
Dengue
Capacitacao ambiental
Foragido preso
Identidades aldeia de Prado
Reuniao liderancas indigenas capa
Comandante cippa

Rede Sul Bahia de Comunicação - 2023 ©. Todos os direitos reservados

Rede Sul Bahia de Comunicação - 2023
© Todos os direitos reservados