Ouça a Caraipe fm

Play
Pause

16 de April de 2024

Ouça a Caraipe fm

Play
Pause

Governo da Bahia intensifica força-tarefa para identificar origem de óleo nas praias

Compartilhe:

O Governo da Bahia, por intermédio da Secretaria do Meio Ambiente (Sema) e do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), intensificou, na sexta-feira (15), os esforços para identificar a origem da contaminação do óleo que voltou a aparecer nas praias de cinco municípios do estado: Salvador, Cairu, Jaguaripe, Vera Cruz e Valença.

Participaram das ações, além da Sema e do Inema, a Marinha do Brasil, Defesa Civil, o Corpo de Bombeiros Militar, Secretaria de Saúde, Prefeituras de Cairu, Valença, Jaguaripe, Salvador e Vera Cruz.

Durante a manhã, uma equipe formada pelo secretário da Sema, Eduardo Mendonça Sodré Martins, e pelos diretores Eduardo Topázio (Fiscalização) e Antônio Martins Rocha (Recursos Hídricos e Monitoramento Ambiental), realizou um sobrevoo às praias dos municípios atingidos para avaliar a real dimensão das manchas de óleo.

“A extensão do dano é difícil mensurar, mas, à priori, são manchas na zona costeira, nas praias, e apenas uma mancha próxima da primeira praia de Morro de São Paulo. Fora isso, as demais manchas são encontradas na parte de praia”, disse o secretário Eduardo Sodré Martins.

“Já fizemos uma coleta do material na praia de Caixa Prego e na Praia do Garcês, já encaminhamos para análise também, e sábado (16) vou fazer uma nova ação em campo, uma fiscalização nas praias em Cairu para apurar mais detalhadamente essas ocorrências”, explicou.

Já quanto às ações da Secretaria, o secretário adiantou que já foi feito um gabinete de crise, com participação da Casa Civil, da Defesa Civil, Meio Ambiente da Sema, do Inema, IBAMA, Marinha do Brasil e Secretaria de Saúde para identificar e trabalhar da melhor forma.

“A gente não tem informações detalhadas de que a origem não seja do mesmo material de 2019, mas a gente está vendo resíduos de várias estruturas, densidades e condições físico-químicas diferentes, então vamos trabalhar isso da melhor forma”, assegurou o secretário.

Já durante à tarde, a mesma equipe participou de uma reunião com o vice-almirante Antonio Carlos Cambra, comandante do 2º Distrito Naval, onde foi apresentado um panorama da área costeira da região.

Segundo o comandante, a Marinha do Brasil está acompanhando, desde o início, o incidente de aparecimento de óleo em praias do litoral da Bahia. “O Comando do 2º Distrito Naval, juntamente com a Capitania dos Portos da Bahia, mobilizou meios e pessoal, desde o dia 10 de setembro, para a coleta de amostras e levantamento de dados”, disse.

Ficou definida uma inspeção capitaneada pela Marinha do Brasil, juntamente com técnicos da Sema, objetivando coleta de material para analisar se os fragmentos são provenientes de um novo vazamento ou descarte de óleo no mar ou, ainda, resquício do grande derramamento de óleo que atingiu a costa nordestina no ano de 2019.

 

Fonte e fotos: Sema-BA

Compartilhe:

Leia mais

Policia Civil
Arma apreendida
Passaros apreendidos
Ambulancias
UFSB
Acessibilidade Bombeiros
Dengue
Reuniao indígenas
Capacitacao ambiental
Foragido preso
Identidades aldeia de Prado
Reuniao liderancas indigenas capa

Rede Sul Bahia de Comunicação - 2023 ©. Todos os direitos reservados

Rede Sul Bahia de Comunicação - 2023
© Todos os direitos reservados