Ouça a Caraipe fm

Play
Pause

16 de April de 2024

Ouça a Caraipe fm

Play
Pause

Dia dos Símbolos Nacionais 18 de setembro

Compartilhe:

Esta data é uma homenagem a todos os símbolos nacionais do Brasil: a Bandeira Nacional, as Armas Nacionais, o Selo Nacional e o Hino Nacional.

Estes símbolos são de elevada relevância, porque representam o Brasil e a identidade da nação em todo o mundo.

Os símbolos nacionais brasileiros foram estabelecidos e são regulamentados através da Lei nº 5.700, de 1 de setembro de 1971. Esta lei ainda determina todas as especificações que ajudam a padronizar os símbolos nacionais, como dimensões, padrões, cores, representações e etc.

Bandeira Nacional

Símbolo principal da nação brasileira, utilizado em diversas ocasiões para representar o país.

Armas Nacionais

Um símbolo que deve estar presente em todos os órgãos e instituições públicas do Brasil, representando todas as características que compõem a República Federativa.

Selo Nacional

Usado para autenticar documentos e atos oficiais do Governo, assim como certificados e diplomas emitidos por entidades reconhecidas pelo governo nacional.

Hino Nacional

O hino nacional foi instaurado para comemorar a Independência do Brasil (1822), o hino foi composto pelo poeta Osório Duque-Estrada e o compositor Francisco Manuel da Silva.
O hino é cantado em uníssono nas aberturas de eventos cívicos, patriótico, culturais, esportivos, escolares e religiosos.

Durante o hino, deve-se hastear a Bandeira Nacional e exaltar o hino pelo menos uma vez nas escolas públicas e particulares do país.

“Ouviram do Ipiranga as margens plácidas
De um povo heroico o brado retumbante
E o Sol da liberdade, em raios fúlgidos
Brilhou no céu da pátria nesse instante

Se o penhor dessa igualdade
Conseguimos conquistar com braço forte
Em teu seio, ó liberdade
Desafia o nosso peito a própria morte!

Ó Pátria amada
Idolatrada
Salve! Salve!

Brasil, um sonho intenso, um raio vívido
De amor e de esperança à terra desce
Se em teu formoso céu, risonho e límpido
A imagem do Cruzeiro resplandece

Gigante pela própria natureza
És belo, és forte, impávido colosso
E o teu futuro espelha essa grandeza

Terra adorada
Entre outras mil
És tu, Brasil
Ó Pátria amada!
Dos filhos deste solo és mãe gentil
Pátria amada
Brasil!

Deitado eternamente em berço esplêndido
Ao som do mar e à luz do céu profundo
Fulguras, ó Brasil, florão da América
Iluminado ao Sol do Novo Mundo!

Do que a terra mais garrida
Teus risonhos, lindos campos têm mais flores
Nossos bosques têm mais vida
Nossa vida, no teu seio, mais amores

Ó Pátria amada
Idolatrada
Salve! Salve!

Brasil, de amor eterno seja símbolo
O lábaro que ostentas estrelado
E diga o verde-louro dessa flâmula
Paz no futuro e glória no passado

Mas, se ergues da justiça a clava forte
Verás que um filho teu não foge à luta
Nem teme, quem te adora, a própria morte

Terra adorada
Entre outras mil
És tu, Brasil
Ó Pátria amada!
Dos filhos deste solo és mãe gentil
Pátria amada
Brasil!”

 

 

 

 

 

 

Compartilhe:

Leia mais

Policia Civil
Arma apreendida
Passaros apreendidos
Ambulancias
UFSB
Acessibilidade Bombeiros
Dengue
Reuniao indígenas
Capacitacao ambiental
Foragido preso
Identidades aldeia de Prado
Reuniao liderancas indigenas capa

Rede Sul Bahia de Comunicação - 2023 ©. Todos os direitos reservados

Rede Sul Bahia de Comunicação - 2023
© Todos os direitos reservados