Ouça a Caraipe fm

Play
Pause

1 de março de 2024

Ouça a Caraipe fm

Play
Pause

Aposentados fazem marcha até Congresso contra reforma da Previdência

Compartilhe:

Grupo se reuniu em frente à Catedral para missa e seguiu até a Praça dos Três Poderes. Proposta de reforma é analisada em comissão da Câmara.em frente ao Congresso Nacional em ato contra reforma da Previdência (Foto: Bianca Marinho/G1)
Aposentados e representantes de sindicatos trabalhistas se reuniram na manhã desta segunda-feira (13) em marcha contra a reforma da Previdência promovida pelo governo federal. O grupo saiu da Catedral em direção ao Congresso Nacional, onde até as 12h53 participava de sessão solene em homenagem ao Dia Nacional do Aposentado. De acordo com a Polícia Militar, o ato reuniu 250 pessoas. Segundo os manifestantes, cerca de 300.
A concentração começou por volta das 8h30 da manhã com uma missa na Catedral Metropolitana. Depois, o grupo seguiu acompanhado de um carro de som até o Congresso. Três faixas da via S1 foram interditadas no trajeto.
A sessão especial estava marcada para as 11h, contudo o grupo só conseguiu terminar de entrar no Senado (onde era realizada) às 11h45 devido aos procedimentos de segurança. Houve princípio de tumulto na rampa do Congresso pela demora em liberar a entrada.
A proposta da reforma da Previdência, em tramitação em uma comissão especial na Câmara dos Deputados, fixa uma idade mínima de 65 anos para a aposentadoria de homens e mulheres. As novas regras, se aprovadas, irão atingir trabalhadores dos setores público e privado.
Entre as medidas propostas pelo texto, o tempo de contribuição passar a ser de 49 anos para o cidadão receber a aposentadoria integral e o tempo mínimo de contribuição de 25 anos. Entenda a poposta.

O diretor do Sindicato Nacional dos Auditores-Fiscais do Trabalho (Sinait) Hugo Carvalho Moreira veio do Ceará para participar do protesto. Ele disse que o ato tem o objetivo de fazer com que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) não passe como foi proposta pelo governo.

“[A PEC] Acaba com o direito dos aposentados e dos futuros servidores que irão se aposentar. Dificilmente alguém que ingressa hoje com 20, 25 anos na atividade vai esperar contribuir mais 49 anos para levar a aposentadoria integral. Estamos reunidos para combater e lutar para que esse projeto não passe pelo menos do jeito que está”, afirmou Moreira.

A aposentada Marineuza Camelo tem 71 anos e se aposentou com 50. Segundo ela, é necessário ter visibilidade contra a proposta. Para ela, as novas regras são injustas por exigir mais tempo de contribuição.

“Eu me aposentei com três salários mínimos e estou ganhando menos de dois atualmente. Aposentei com 32 anos de serviço. Se fosse com essa regra agora, eu acho injusto. Eu tenho 71 anos e sou ativa para algumas atividades, mas conheço pessoas com 65 anos que não têm mais condições de trabalhar”, diz.

Em discurso na sessão solene, o senador José Pimentel (PT-CE) afirmou que o sistema previdenciário brasileiro foi articulado para nunca depender do Tesouro Nacional e disse aos manifestantes que “é necessário ir para as ruas mobilizar” [em uma referência contrária à PEC da reforma da Previdência].


 

Compartilhe:

Leia mais

TRansporte irregular passageiro
Deam Porto Seguro
Time de futebol de Porto Seguro
Fumacê
Celulares recuperados
Motorista embriagado
Volta as aulas
Moto recuperada
Sisu
Atendimento indigena
Foragido preso
Governador em medeiros neto 1

Rede Sul Bahia de Comunicação - 2023 ©. Todos os direitos reservados

Rede Sul Bahia de Comunicação - 2023
© Todos os direitos reservados